29 de setembro de 2010

100 da República em Almada




Vimos por este meio convidar V. Exas., a estarem presentes na Comemoração dos 100 anos da República em Almada, com a Organização de: Escola Secundária Cacilhas – Tejo, ARPIFC- Associação de Reformados Pensionistas e Idosos da Freguesia de Cacilhas, BECRE – Biblioteca Escolar / Centro de Recursos Educativos e O Farol – Associação de Cidadania de Cacilhas. Tem os Apoios de: Junta de Freguesia de Cacilhas e Associação “AssimSER”

Como é do vosso conhecimento, no Concelho de Almada, este evento começa a ser celebrado a 4 de Outubro, data do início da Revolução nesta localidade.

Programa dos eventos a realizar:



COMEMORAÇÃO DOS 100 ANOS DA REPÚBLICA

4 DE OUTUBRO 2010 EM ALMADA – Freguesia de Cacilhas



PROGRAMA

10 H - Início na Escola Secundária Cacilhas – Tejo

Inauguração da Exposição Bibliográfica no Centro de Recursos

Exibição de slide show alusivo à implantação da República


10 H 30m – Conferência sobre a “Implantação da República em Almada”, pelo Doutor Alexandre Magno Flores.


15 H 20m – “Um para cinco – da Monarquia à República”, representação na manga da Escola


18 H 30 m - Romagem e deposição duma coroa de flores no Busto de Elias Garcia, erigido no seu local de nascimento em Cacilhas, na rua como seu nome.

Participações: Grupo Coral da ARPIFC
Intervenções das entidades participantes

20 H 50 m - “Da Monarquia à República”, apresentação por alunos da turma L do curso EFA, no Bar dos Alunos

19 de setembro de 2010

Apresentação do Livro sobre Henrique Mota

Por iniciativa da SCALA, realizou-se em 10 de Setembro, na sala Pablo Neruda do Fórum Romeu Correia, a apresentação do livro "Henrique Mota, Atleta, Treinador, Dirigente e Escritor".
A mesa de honra era composta por Luís Milheiro, presidente da SCALA, que apresentou a obra, Luís Nascimento, representante da Câmara Municipal de Almada, Vitor Hugo Quintão, representante do Ginásio Clube do Sul e Maria de Fátima Mota Branco, filha de Henrique Mota.




Fotos de Gena Sousa

2 de setembro de 2010

X Festa da Gastronomia de Cacilhas 2010

A “X Festa da Gastronomia de Cacilhas 2010”, iniciativa da Junta de Freguesia de Cacilhas procura divulgar a gastronomia da nossa Freguesia e dinamizar a economia local.

22 de agosto de 2010

Exposição Evocativa de Homenagem a Henrique Mota



No próximo sábado, 28 de Agosto às 16 horas, na Sala Pablo Neruda, do Fórum Romeu Correia, será inaugurada a Exposição Evocativa de Homenagem a Henrique Mota, sócio fundador da SCALA, que nos deixou em 2001.

Além desta exposição (que ocupa o interior da Sala), haverá ainda duas mostras de fotografia no hall de entrada, "Cacilhas pelo rio", de Modesto Viegas e "Ginjal Tejo" de Luís Milheiro.

As exposições estarão patentes ao público até ao dia 11 de Setembro.

O dia grande desta homenagem a Henrique Mota, será no dia 10 de Setembro (dia em que este nosso amigo comemora 90 anos), às 21.30 horas, com o lançamento do livro, "Henrique Mota, Atleta, Treinador, Dirigente e Escritor Almadense", apresentado por Fernando Barão e Luís MIlheiro.

Este livro está dividido em três partes, uma com testemunhos de amigos, outra com os seus dados biográficos e a última parte com os contos premiados no "Prémio Henrique Mota (conto desportivo)", organizado pelo Ginásio Clube do Sul e pela SCALA.

19 de julho de 2010

Vai-se realizar dia 30 de Julho do 2010, na Igreja da Nº Sª do Bom Sucesso em Cacilhas, pelas 18 h, uma missa pelo nosso saudoso sócio fundador Luís Zagallo de Matos.

Divulgamos esta celebração , por sabermos da reverência e devoção que o nosso associado tinha pela Igreja de Cacilhas e pelo culto da Nossa Senhora do Bom Sucesso.

Para crentes e não só, fica um momento de sentida reflexão por este ilustre cidadão cacilhense.

8 de julho de 2010

XII Feira do Alentejo - Alma Alentejana

O Farol participou no certame, no Pavilhão da Junta de Freguesia de Cacilhas,
com uma exposição
fotográfica sobre as Margueiras.





Fotos cedidas pela Junta de Freguesia de Cacilhas

2 de julho de 2010

XII Feira do Alentejo - Alma Alentejana

O Farol irá estar presente no Pavilhão da Junta de Freguesia de Cacilhas.

Escola Secundária Cacilhas-Tejo
de 1 a 4 de Julho de 2010

27 de junho de 2010

Faleceu Luis Zagallo (sócio fundador de "O Farol")


O actor e encenador Luís Zagallo, faleceu hoje, aos 69 anos, na Casa do Artista, em Lisboa.
O funeral sairá, na segunda feira ao final da manhã, da Basílica da Estrela para o cemitério do Olivais.

20 de junho de 2010

REVISITAR CACILHAS

A visita guiada a Cacilhas que teve como magnifico cicerone o Dr. Alexandre Magno Flores, foi um êxito partilhado com todos aqueles, que viajaram connosco pelas velhas ruas de Cacilhas.
Durante todo o percurso viajámos também pelos caminhos da Memória e da História, tendo o nosso cicerone descrito os aspectos fundamentais e mais pitorescos da nossa Terra, com o brilhantismo que lhe é reconhecido.
Cruzámo-nos no Largo de Cacilhas, com uma actividade promovida pela AACA - "Associação de Amigos da Cidade de Almada", que pretende ilustrar a importância das Burricadas, através dum passeio local com burros e charretes, com figurantes vestidos com trajes regionais , do principio do século passado.

A vasta colecção de fotografias que é disponibilizada no blogue, pelos nossos associados Luís Bayó Veiga e Modesto Viegas, é também um importante contributo documental, para o nosso património local.

Desde 2004 que a associação “O Farol”, vem chamando a atenção para a necessidade de reedição revista e actualizada da obra "Almada Antiga e Moderna, Cacilhas – volume 2", da autoria do Dr. Alexandre Magno Flores, pela importância que este documento, esgotado no mercado, tem para a História e Defesa do património da nossa Freguesia.







Para ver mais fotografias desta visita guiada, carregue aqui.

7 de junho de 2010

CONVITE ( 19/06/2010 - 10h )

REVISITAR CACILHAS
Visita guiada a Cacilhas pelo Dr. Alexandre Flores

MEMÓRIA DAS MARGUEIRAS



MEMÓRIA DAS MARGUEIRAS

O Farol – Associação de Cidadania de Cacilhas, ao promover esta Exposição de fotografias sobre as Margueiras, não podia deixar de a dedicar ao seu saudoso sócio fundador e amigo, Humberto Borges, pois foi através do entusiasmo e vontade deste Homem e do seu amor às Margueiras e a Cacilhas, que esta recolha e pesquisa de imagens, entrevistas, histórias e memórias, se iniciou e ganhou forma,
Humberto Borges, uma das principais figuras do Associativismo Almadense, que ao longo da sua vida foi alvo de diversas homenagens, mereceu recentemente do Almada Atlético Clube, a justa distinção do seu nome ser dado ao Torneio Internacional de Andebol de Almada.
Pensamos que este Cidadão e Homem de corpo inteiro, animado pelo seu carácter forte e a sua simplicidade, produziu quotidianamente ao longo de décadas, um trabalho precioso ao serviço da Juventude, do Desporto e da Cultura, sendo por direito próprio, uma das grandes referências desta Cidade e deste Concelho.
Não poderia o Farol conjuntamente com os amigos e companheiros desta Associação, deixar de prestar uma singela homenagem a quem, sendo exemplo maior no campo do associativismo e do desporto, partindo, nos deixou a todos mais pobres.
Como ex-líbris deste evento, escolheu-se uma excelente fotografia feita pelo próprio Humberto Borges, da casa onde nasceu no pátio da Margueira, e onde ele evocava as suas origens, em particular a figura da sua avó Lusitana Borges.

Agradecemos aos Cacilhenses, as imagens cedidas para o nosso Arquivo, assim como ao Museu da Cidade de Almada e à nossa Câmara Municipal, que colaboram também com algumas fotografias neste evento, da autoria dos Grandes Almadenses Hélio Quartin e Julio Dinis.
Um agradecimento muito particular aos senhores Abílio, Alvaro e César e que ao longo dos últimos anos têm conseguido congregar a comunidade Margueirense e Cacilhense, num convívio realizado à volta de um almoço anual. Reforçando assim os laços entre as pessoas e a preservação da memória colectiva.
Por ultimo, mas não menos importante, dizer ainda que a melhoria da qualidade da maioria das imagens sobre a Margueira, expostas nesta exposição, só se tornou possível com a prestimável colaboração do nosso associado e dirigente de O Farol, Modesto Viegas, fotógrafo, a quem tributamos o nosso agradecimento.
Fica o desafio a todos os Cacilhenses, em particular aos das Margueiras, de honrando este evento, construirmos em conjunto, um Livro que preserve a memória colectiva das Gentes das Margueiras…

A Direcção de "O Farol - Associação de Cidadania de Cacilhas"


Se desejar ver as imagens expostas, carregue aqui.


Se desejar ver as imagens do almoço, carregue aqui.


Farol de Cacilhas

Três imagens de Faróis , expostos na montra da junta de freguesia de Cacilhas.
Um trabalho original dos alunos do 3º Ano da escola primária de Cacilhas.
A alunos e professores os nossos parabéns pela ideia e brilhante execução
.





Imagens cedidas pela Junta de Freguesia

26 de maio de 2010

Convite


Auditório FNAC-Chiado

2 de Junho de 2010 - 15h
4 de Junho de 2010 - 15h

APRESENTAÇÃO MULTIMÉDIA DE IMAGENS ANTIGAS,
VIAGEM PELO TEMPO, ANOS 1898 A 1960

"DO CHIADO AO MARQUÊS, PASSEANDO PELA AVENIDA"

Luís Bayó Veiga e Modesto Viegas

10 de maio de 2010

Almoço das Margueiras (29-05-2010)

O Farol, convida todos os seus associados a participar neste almoço de homenagem às Margueiras.

1 de maio de 2010

CONVITE

“Do Chiado ao Marquês, passeando pela Avenida...”



O Farol associando-se a mais este evento da autoria dos nossos associados Luis Bayó Veiga e Modesto Viegas tem o prazer de o convidar a assistir à sessão de projecção multimédia intitulada “Do Chiado ao Marquês, passeando pela Avenida” a qual terá lugar no dia 6 de Maio, (5ª feira), ás 21 horas exactas, no café Dragão Vermelho, no salão do 1º andar, no âmbito das habituais tertúlias organizadas pela SCALA.

Este trabalho não é mais do que uma sequência do que foi editado em 2009: “De Cacilhas ao Chiado, passeando pela Baixa” o qual foi apresentado sucessivamente naquele ano, em Abril no âmbito de uma das tertúlias da SCALA no Dragão Vermelho, e posteriormente em Maio, em 2 sessões no Fórum FNAC do Chiado, aquando das festas “Moda no Chiado 2009”, sob o patrocínio da CMLisboa, estando ainda previsto ser exibido no Centro Municipal de Turismo no antigo Quartel dos Bombeiros em Cacilhas, em Junho durante as festas populares da cidade de Almada, (com o apoio, entre outros, da Associação O Farol), em data a designar.

26 de abril de 2010

Faleceu o nosso colaborador e amigo Jorge Fialho



À família enlutada aqui deixamos os nossos pêsames.
O corpo está hoje (26/4/2010) na Igreja de Almada e o funeral será realizado dia 27 de Abril, pelas 15h, para o cemitério do Feijó.




Faleceu Jorge Fialho, um grande vulto da cultura almadense, poeta, cineasta, viajante e sonhador, alma irrequieta e insubmissa, cidadão de Almada e do Mundo.

Fica para sempre a memória de um apaixonado por Cacilhas e pelo Tejo, que pode recordar na sua dissertação sobre a a Margueira .

Dele que viria a falecer no dia 25 de Abril, dia duma Liberdade que sempre sonhou, e lutou para construir, recordamos um poema que ilustra o seu amor pela Liberdade.


a Guerra pela Guerra

Os degraus que nos levam
Ao patamar da vida
São de tamanhos diferentes
Criados por várias mentes
Esculpidos de dor e alegria
Como o tempo o ditou

Mas não pensem que terminou
A escada vai subindo
Sem corrimão
E a todo o vapor

Na torre de babel ninguém se entendia
Só quem queria
Esse é o momento
Em que as abelhas
Vão aprontando o mel
E os homens escalpelando a terra
Vulgarizando o mal e o fel

Mas o mais horrível
O não credível
É a guerra pela guerra
A puta da guerra
a guerra não traz soluções
traz mortes e desilusões
máfias e interrogações

é tempo de mudança
de luta e de esperança

a liberdade não tem cor
e tem todas as cores

a liberdade não é um acto isolado
não é uma etiqueta
é acima de tudo
um direito do planeta

J.F. 2006






Desde muito novo que o gosto pelas artes de palco foi algo de permanente na vida de Jorge Fialho, um lisboeta que muito cedo veio viver com seus pais para a vila da Trafaria. Nascido em 17 de Maio de 1949, Jorge Fialho fez os seus primeiros estudos na Costa de Caparica, vindo a concluir a 4ª classe na Escola Primária n.º 1 de Almada, sita no Campo de São Paulo. Frequentou o externato Frei Luís de Sousa e a escola Emídio Navarro, onde foi aluno do escritor e dramaturgo Fonseca Lobo, tendo acabado o Curso Geral dos Liceus.

Activo militante nos movimentos estudantis contra o Estado Novo, Jorge Fialho fez teatro amador nas colectividades Academia e Incrível Almadense, sendo muito apreciada, na altura, a sua maneira de representar e de declamar.

Possuidor de uma personalidade muito vincada, foi obrigado por motivos políticos a deixar o país, sendo, em 1969, aceite na Escócia como refugiado político.



Artur Vaz publicou no seu livro " Almada Gente Nossa", uma entrevista biográfica de Jorge Fialho.


link --> ler a entrevista completa


24 de abril de 2010

25 de Abril! Simplesmente... POEMA

Do nosso associado, Joaquim Romana Lourenço (na 2.ª foto) e membro do coro da ARPIFC (Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos da Freguesia de Cacilhas) que nos honrou com algumas bonitas canções, publicamos este lindo poema sobre o 25 de Abril:

Abril por tantos esperado
E por tantos considerado

Abril por uns tão acarinhado
E por outros tão mal tratado

Abril por uns despoletado
E por outros humilhado

Abril cheira a democracia
E desabrocha em alegria

Abril cheira a liberdade
E desperta a igualdade

Abril cheira a Primavera
E desperta outra Era

Abril ofereceu cravos vermelhos
A todos, novos e velhos

Abril foi oferecido
E ficou comprometido

Abril anunciou uma opção
E ainda não cumpriu a sua missão

Abril será verdade
Com a exigência da comunidade.

Comemorar Abril 36 anos depois de 1974

Da esquerda para a direita:
Henrique Mota (da Associação de Cidadana de Cacilhas - O FAROL), António Matos (Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Almada), Margarida Fonseca (Directora da Escola Secundária Cacilhas-Tejo), Coronel Santa Clara (da Associação 25 de Abril), Rui Perdigão (Secretário da Junta de Freguesia de Cacilhas) e Natália Vicente (da ARPIFC - Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos da Freguesia de Cacilhas).
Como podem ver pela foto-reportagem foi um acontecimento bastante participado.
Desde a inauguração da exposição de cartazes, à distribuição de cravos que os alunos fizeram pela assistência, à leitura de poemas por Joaquim Lourenço e José Nogueira Pardal, à actuação do coro da ARPIFC e à música de Francisco Naia, sem esquecer a participação dos alunos, nomeadamente de um jovem que leu, de forma emocionada, um poema de António Boieiro, e o discurso do coronel Santa Clara acerca dos valores de Abril e do papel da juventude de hoje na sua preservação, ou as palavras do Sr. Vereador, assim como da professora anfitriã e do representante da Junta de Freguesia, tudo contribuiu para o êxito da sessão.
A terminar, não podemos deixar de aqui rferir, publicamente, uma palavra de elogio a todos quantos participaram na organização deste evento, uma equipa multidisciplinar na qual o FAROL participou em conjunto com a Escola (alunos, professores e pessoal não docente) com o apoio da Associação 25 de Abril e da ARPIFC. A todos, o nosso muito obrigada. E também a todos aqueles que vieram partilhar connosco, no público, estes emocionantes momentos como aqui fica testemunhado.

14 de abril de 2010

25 de Abril



Dia 23 de Abril de 2010, sexta feira na Escola Secundária de Cacilhas – Tejo , pelas 15 h comemoração do 25 de Abril, organizada pela Escola e pelo “O Farol “, conta também com o apoio da Associação 25 de Abril, ARPIFC e Junta de Freguesia de Cacilhas.