4 de fevereiro de 2007

Cais de Cacilhas II


Muito tempo demorou a entaipar e limpar do lixo, a Leitaria Velha do Cais de Cacilhas, um dos lugares tradicionais, e históricos por excelência, do Cais de Cacilhas.

Muito mal tratados andam a ser o Ginjal e o Cais de Cacilhas.

Não serão já azares e coincidências a mais?

Porque será que, embora os poderes propagandeiem a eficiência dos sistemas, a realidade tolhida pela burocracia, traz rapidamente à evidência que este marasmo, que tolhe o País, é estruturante? Tudo é difícil de resolver.

Mas caros internautas, não pensem que o desânimo invadiu este espaço de diálogo.

Até porque se anunciam para Cacilhas, grandiosos projectos.

Não vamos desistir enquanto não estiver com dignidade a nossa sala de visitas, que é o nosso milenar Cais, entrada no Sul do País, pelo Tejo.

Limpa e lavada, sem lixo, nem quadros terceiro mundistas, pronta para receber dignamente os turistas e amigos que nos visitam. E também para que todos os almadenses, possam aqui passear com tranquilidade e segurança, e aproveitar este espaço magnífico.

Existem no nosso País poucos lugares com a beleza natural das nossas margens ribeirinhas do Tejo. Por tudo isto ficamos impacientes para que as promessas se cumpram e tragam consigo o Farol, o Chafariz, a Fragata de Dom Fernando e as Salgadeiras Romanas.

Ficamos também à espera das vossas opiniões e ideias para Cacilhas.

Henrique Mota



Fotografias: Ermelinda Toscano e arquivos do FAROL.

1 comentário:

Luís disse...

É chocante o estado em que se encontra a minha (nossa) Terra. Agora a desculpa são as obras que vão esventrando as entranhas do chão por nós pisado há muitos anos. Não estão em causa as obras, porque se supõe seja para melhorar, mas estou realmente cansado de me desviar nas minhas caminhadas nesta Terra, dos dejectos dos cães, dos buracos (por vezes crateras) nos passeios, dos sinais de trânsito mal colocados, no meio dos passeios, e que nos obrigam por vezes a "ir à estrada", dos prédios que ameaçam ruir, das autênticas lixeiras que muitos moradores provocam pelos passeios, dos carros estacionados em cima dos passeios. É caso para dizer: "que raio de Terra é esta?".É a primeira vez que aqui deixo algumas palavras e logo em tom de desabafo. Ainda assim tenho esperança que a falta de civismo de alguns seja vencida pela teimosia em querer ordem e respeito por Cacilhas. O seu passado merece-o.